Por FCE Pharma - Novo Em Releases Atualizada em 31 OUT 2019 - 21H41

Indústria farmacêutica aposta em cápsulas personalizadas e com novos princípios ativos


Setembro, 2019

A coluna mensal ‘Conversa de Mercado’ tem como objetivo trazer os mais recentes investimentos e movimentações do setor, aumentando o conhecimento sobre os concorrentes, especulações de mercado e ações das principais companhias.

Este mês, apresentamos Paulo Valente, presidente da Qualicaps América Latina. A empresa é líder no mercado e parceira preferida do setor farmacêutico para fornecimento de cápsulas duras.

Paulo Valente

O executivo tem mais de 25 anos de experiência em gestão de empresas, atuando como CEO, diretor geral e de marketing. Antes de assumir a presidência da Qualicaps para a América Latina teve passagens pelo Grupo Swatch, Grupo Abril, Banco Santander e General Electric. É formado em Engenharia Mecânica com Pós-Graduação em Administração de Empresas.

Entrevista


Como está sendo 2019 para a Qualicaps? Conseguem projetar crescimento? De quantos (%)?
Registramos crescimento no ano de 2018, devido, principalmente, abertura de novos clientes e lançamento de novos produtos. O ano de 2019 está ocorrendo dentro do nosso planejamento estratégico onde diversas oportunidades tem se materializado.


Quais são/foram os lançamentos para esse ano?
Em junho/2019 lançamos as cápsulas perolizadas no Congresso Consulfarma. São cápsulas de gelatina, com corante candurin, que dá um efeito perolado às cápsulas. Com este lançamento, atendemos às necessidades do mercado magistral e cosmético. Lançamos 3 cores: azul perolado, rosa perolado e dourado.

Qual o maior diferencial da fabricação de cápsulas da Qualicaps entre outras empresas do segmento?
Primeiramente, a Qualicaps faz parte do grupo Mitsubishi Chemical Holdings Corporation (MCHC), e além de possuir unidades de negócio em cinco locais ao redor do mundo (Japão, Espanha, Romênia, Brasil e Estados Unidos), contamos com times multifuncionais especializados na fabricação de cápsulas, e estamos plenamente preparados para produzir e entregar produtos, serviços e soluções de qualidade superior.

Para um processo de fabricação superior, utilizar uma matéria-prima de qualidade é essencial para a performance físico-química das cápsulas. Entre os diferenciais da nossa matéria-prima, temos Gelatina com certificado BSE e TSE e Gelatina de grau farmacêutico. Já nossos diferenciais nos processos de fabricação são as máquinas de alta tecnologia, produção sem contato manual, inspeção visual através de selecionadores eletrônicos de alta precisão, cápsulas fabricadas sem conservantes, não esterilizamos nossas cápsulas com dióxido de etileno (ETO), não usamos a técnica de radiação gama (y), nossas cápsulas são isentas de impurezas alimentares, metais pesados e solventes residuais. Além disso, temos o certificado ISO 9000 (em processo de implementação) e de boas práticas de fabricação – Insumos Farmacêuticos.

Toda a produção da cápsula é nacional ou importada?
Toda produção de cápsula de gelatina é nacional, produzidas em nossa planta localizada em Anápolis-GO. As cápsulas de HPMC (vegetal) são importadas da Europa, produzidas em uma planta com tecnologia de ponta.

Quais nichos vocês atendem?
Atendemos o nicho farmacêutico (Referência e Genéricos), consumer healthcare (Produtos OTC; Nutraceuticals e Cosmeticos; Vitaminas, Minerais e Suplementos), CDMO (Produtos Farmaceuticos, Produtos de Health & Nutrition) e distribuição (Farmácias de Manipulação).

Existe algum tipo de tendência na fabricação de cápsulas?
Além da via de administração oral, as cápsulas duras têm ganhado destaque na utilização via de administração inalatória / pulmonar, principalmente com a utilização de Inaladores de pó seco (DPIs, do inglês dry powder inhalator) para o tratamento de doenças relacionadas as vias respiratórias. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), estima-se que em todo o mundo, cerca de 235 milhões de pessoas sofrem de asma e 64 milhões de pessoas sofrem de doenças pulmonares obstrutiva crônica (DPOC), o que pode explicar o aumento significativo de medicamentos registrados com essas apresentações nos últimos anos.

A existência de formulações combinadas (como cápsula dentro de cápsulas, pellets em matriz oleosa, etc) também tem ganhado destaque e já estão presentes em produtos inovadores no mercado nacional e internacional.

Com a evolução do mercado farmacêutico, quais são as vantagens das cápsulas duras frente às demandas do setor?
Na indústria farmacêutica, nutracêutica e fitoterápicos, a necessidade do lançamento de um produto no menor tempo possível pode determinar o sucesso do mesmo. E o desenvolvimento de um medicamento em cápsulas duras têm como vantagem principal um menor tempo de desenvolvimento farmacotécnico, diminuição de etapas de produção, quando comparada a comprimidos feitos por granulação via úmida, além ainda de ter maior flexibilidade de entrega quando comparada a outras formas orais, são inúmeras variações:

• Formulações secas: pós, granulos, pellets, tablets e cápsulas
• Formulações líquidas: semi-sólido, soluções não aquosas e suspensão
• Formulações combinadas: pellets + soft-gels, mini-tablets em cápsulas, cápsulas dentro de cápsulas, etc
• Produtos inalatórios: Dispositivos de inaladores de pó seco (DPIs)
Ainda quando comparadas às outras formas orais, a utilização da cápsula dura é um processo de baixo custo e maior praticidade, e maior aceitação pelo paciente.

Quais foram os últimos investimentos da empresa? Abriram novas fábricas ou escritórios?
Foram feitos investimento novos equipamentos de alta tecnologia na fábrica de Anápolis/GO.

Como funciona a tecnologia de personalização de cápsulas da Qualicaps? Como a novidade influencia no produto?
Estamos capacitados para oferecer de personalização das cápsulas não só através da infinidade de cores, mas também com duas opções de gravação: radial e axial.

A criação de identidade visual de um medicamento fortalece a marca e a identidade do produto, facilitando o reconhecimento do paciente no momento da administração. A gravação também dificulta a falsificação do produto, problema que aumenta a cada ano em todo mundo. No Brasil, dados do Departamento da Polícia Federal mostram que entre janeiro de 2007 e setembro de 2010 foram produzidos 371 laudos de perícia criminal, sendo 610 medicamentos declarados falsos por meio de análises químicas e/ou visuais (Hurtado et al, 2014).

A empresa investe em pesquisa e desenvolvimento? Quais foram as últimas novidades relacionadas ao P&D?
Sim, nosso centro de desenvolvimento científico está localizado no Japão. Atualmente, nossos cientistas estão trabalhando no desenvolvimento de uma cápsula entérica. O último lançamento global foi a cápsula Extra-dry, para ativos altamente higroscópicos.

Gostaria de acrescentar mais uma informação sobre a empresa?
A Qualicaps oferece uma variedade de equipamentos para atender às necessidades de produção de dosagem oral sólida para indústria farmacêutica, nutracêutica e fitoterápicos, incluindo, equipamento de enchimento e selagem, inspeção visual, pesagem individual, impressão (inkjet e laser) e tecnologia Soft-gel.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0
Parceria Exclusiva
Apoio Exclusivo
Eventos Paralelos
Local
Parceiro de Mídia
Apoio Institucional

Boleto

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por FCE Pharma - Novo, em Releases

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.