Saiba mais
Idioma
Menu
Menu
Idioma

Rastreabilidade de medicamentos: novas regras pautam o setor

Rastreabilidade de medicamentos: novas regras pautam o setor

Projeto de rastreabilidade levou 8 anos para encontrar um formato que atendesse à toda cadeia farmacêutica e terá 3 anos para entrar em vigor

O novo modelo de rastreabilidade, aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), em janeiro de 2009, prevê que cada embalagem possua um código datamatrix e um número único de identificação (IUM), com a finalidade de rastrear todo o trajeto do medicamento - da indústria até o consumidor final.

Neste código constarão informações como: como data de fabricação, validade e lote. Todos esses dados ficarão armazenados em um software centralizado, que será controlado diretamente pela ANVISA e abastecido pelas indústrias. O intuito é evitar falsificações, roubo de cargas, controlar melhor recalls e venda de medicamentos vencidos. Com isto, proporcionará mais segurança a toda a cadeia e, principalmente ao consumidor.

Com o objetivo de orientar seus clientes neste novo momento da indústria, a FCE Pharma produziu um vídeo abordando as regras, funcionalidades e expectativas para rastreabilidade de medicamentos.